sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Delirio

Delírio

Vanessa da Mata

Dá o seu gosto de desejo

Dá os seus olhos de menino

Sem regra ou comprometimento

Sem se importar com que for vendo

Nossa sede de liberdade

Eu quero é dançar da forma que me der

A música expondo o seu corpo à vontade

Nas incontáveis formas de se divertir

Dá o seu gosto de desejo

Dá o seu beijo despojado

Seus pensamentos mais intensos

O seu rosto de pecado


Nos gemidos que desordenam

Nas mãos que me fazem entender Adão

A música expondo seu corpo ao delírio

Nas incontáveis formas de se divertir

Nenhum comentário: